Como saber a gordura visceral

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por
em 10/02/2024

Compartilhe

O que é gordura visceral?

A gordura visceral é um tipo de gordura que se acumula na região abdominal, envolvendo os órgãos internos como o fígado, o pâncreas e os intestinos. Diferente da gordura subcutânea, que se localiza logo abaixo da pele, a gordura visceral está mais profundamente inserida no corpo e pode representar um risco para a saúde.

Como saber se tenho gordura visceral?

Existem diferentes maneiras de determinar se você possui gordura visceral. Uma das formas mais comuns é através da medição da circunferência da cintura. Um valor acima de 88 cm para mulheres e 102 cm para homens indica um acúmulo de gordura visceral. Além disso, exames de imagem como a tomografia computadorizada e a ressonância magnética podem ser utilizados para avaliar a quantidade de gordura visceral presente no corpo.

Por que a gordura visceral é prejudicial?

A gordura visceral é considerada prejudicial porque está associada a um maior risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, hipertensão arterial, entre outras condições de saúde. Isso ocorre porque a gordura visceral libera substâncias inflamatórias que podem afetar o funcionamento adequado dos órgãos internos e desencadear processos inflamatórios crônicos.

Quais são as causas do acúmulo de gordura visceral?

O acúmulo de gordura visceral pode ser causado por diferentes fatores, como a predisposição genética, a falta de atividade física, a alimentação inadequada, o estresse crônico e a falta de sono. Além disso, o envelhecimento também pode contribuir para o aumento da gordura visceral, uma vez que o metabolismo tende a ficar mais lento com o passar dos anos.

Como reduzir a gordura visceral?

A redução da gordura visceral envolve a adoção de um estilo de vida saudável, que inclui uma alimentação equilibrada, a prática regular de exercícios físicos, a redução do estresse e a melhora da qualidade do sono. Além disso, é importante evitar o consumo excessivo de álcool e tabaco, pois esses hábitos podem contribuir para o acúmulo de gordura visceral.

Alimentação adequada para reduzir a gordura visceral

Uma alimentação adequada para reduzir a gordura visceral deve ser rica em alimentos naturais, como frutas, legumes, verduras, grãos integrais e proteínas magras. É importante evitar o consumo de alimentos processados, ricos em açúcares e gorduras saturadas. Além disso, é recomendado fazer refeições menores e mais frequentes ao longo do dia, para manter o metabolismo acelerado.

Exercícios físicos para reduzir a gordura visceral

A prática regular de exercícios físicos é fundamental para reduzir a gordura visceral. Atividades aeróbicas como caminhada, corrida, natação e ciclismo ajudam a queimar calorias e promovem a perda de gordura em geral, incluindo a gordura visceral. Além disso, exercícios de força, como musculação, contribuem para o aumento da massa muscular, o que ajuda a acelerar o metabolismo e a queimar mais gordura.

Redução do estresse e melhora da qualidade do sono

O estresse crônico e a falta de sono podem contribuir para o acúmulo de gordura visceral. Por isso, é importante adotar estratégias para reduzir o estresse, como a prática de atividades relaxantes, a meditação e o contato com a natureza. Além disso, é fundamental estabelecer uma rotina de sono regular, garantindo pelo menos 7 a 8 horas de sono por noite.

Benefícios da redução da gordura visceral

A redução da gordura visceral traz diversos benefícios para a saúde. Além de reduzir o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e hipertensão arterial, a perda de gordura visceral também melhora a sensibilidade à insulina, favorece o controle do peso corporal e promove uma maior qualidade de vida.

Considerações finais

A gordura visceral é um problema de saúde que pode ser combatido através de mudanças no estilo de vida. A adoção de uma alimentação equilibrada, a prática regular de exercícios físicos, a redução do estresse e a melhora da qualidade do sono são medidas fundamentais para reduzir a gordura visceral e melhorar a saúde como um todo. Consultar um profissional de saúde é sempre importante para receber orientações personalizadas e adequadas ao seu caso.

Compartilhe

Você vai gostar também: