O que significa gordura visceral

Tempo de leitura: 4 min

Escrito por
em 10/02/2024

Compartilhe

O que significa gordura visceral?

A gordura visceral é um tipo de gordura que se acumula na região abdominal, envolvendo os órgãos internos, como o fígado, o pâncreas e os intestinos. Diferente da gordura subcutânea, que se localiza logo abaixo da pele, a gordura visceral está mais profundamente inserida no corpo. Ela é considerada um fator de risco para diversas doenças, como diabetes tipo 2, doenças cardíacas e até mesmo certos tipos de câncer.

Por que a gordura visceral é perigosa?

A gordura visceral é considerada perigosa porque está associada a um maior risco de desenvolvimento de doenças crônicas. Isso ocorre porque essa gordura libera substâncias inflamatórias no organismo, como citocinas e adipocinas, que podem causar inflamação e disfunção metabólica. Além disso, a gordura visceral também está relacionada ao aumento da resistência à insulina, o que pode levar ao desenvolvimento de diabetes tipo 2.

Como identificar a gordura visceral?

A gordura visceral não é visível a olho nu, pois está localizada internamente. No entanto, é possível identificar a presença desse tipo de gordura através da medida da circunferência abdominal. Um valor acima de 102 cm para homens e 88 cm para mulheres indica um acúmulo excessivo de gordura visceral. Além disso, exames de imagem, como a tomografia computadorizada e a ressonância magnética, também podem ser utilizados para avaliar a quantidade de gordura visceral presente no corpo.

Quais são as causas da gordura visceral?

A gordura visceral pode ser causada por diversos fatores, incluindo a predisposição genética, a falta de atividade física, a má alimentação e o estresse crônico. Além disso, o consumo excessivo de alimentos ricos em gorduras saturadas e açúcares também pode contribuir para o acúmulo de gordura visceral. É importante ressaltar que a gordura visceral não está relacionada apenas ao excesso de peso, pessoas magras também podem apresentar esse tipo de gordura em excesso.

Quais são os riscos da gordura visceral?

A gordura visceral está associada a diversos riscos para a saúde, incluindo o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, hipertensão arterial, esteatose hepática (acúmulo de gordura no fígado), síndrome metabólica e até mesmo certos tipos de câncer, como o câncer de cólon e o câncer de mama. Além disso, a gordura visceral também pode afetar negativamente a qualidade de vida, causando desconforto abdominal, dificuldade respiratória e problemas de sono.

Como reduzir a gordura visceral?

A redução da gordura visceral envolve a adoção de um estilo de vida saudável, que inclui a prática regular de atividade física e uma alimentação equilibrada. Exercícios aeróbicos, como caminhada, corrida e natação, são especialmente eficazes na queima de gordura visceral. Além disso, é importante evitar o consumo excessivo de alimentos processados, ricos em gorduras saturadas e açúcares, e optar por uma dieta rica em frutas, legumes, fibras e proteínas magras.

Quais são os benefícios de reduzir a gordura visceral?

A redução da gordura visceral traz diversos benefícios para a saúde, incluindo a melhora da sensibilidade à insulina, a redução do risco de desenvolvimento de diabetes tipo 2, a diminuição da pressão arterial, a melhora dos níveis de colesterol e triglicerídeos, a prevenção de doenças cardiovasculares e a melhora da qualidade de vida. Além disso, a perda de gordura visceral também pode resultar em uma redução da circunferência abdominal e uma melhora na estética corporal.

Como prevenir o acúmulo de gordura visceral?

A prevenção do acúmulo de gordura visceral envolve a adoção de hábitos saudáveis desde cedo. É importante manter uma alimentação equilibrada, rica em frutas, legumes, fibras e proteínas magras, e evitar o consumo excessivo de alimentos processados, ricos em gorduras saturadas e açúcares. Além disso, a prática regular de atividade física é fundamental para prevenir o acúmulo de gordura visceral e manter um peso saudável. O controle do estresse também é importante, pois o estresse crônico pode contribuir para o acúmulo de gordura visceral.

Quando procurar ajuda médica?

É importante procurar ajuda médica caso você esteja preocupado com o acúmulo de gordura visceral ou se já foi diagnosticado com algum fator de risco relacionado a esse tipo de gordura, como diabetes tipo 2, doenças cardiovasculares ou síndrome metabólica. O médico poderá realizar uma avaliação completa, incluindo exames de imagem, e indicar o melhor tratamento para o seu caso.

Conclusão

A gordura visceral é um tipo de gordura que se acumula na região abdominal, envolvendo os órgãos internos. Ela é considerada perigosa devido ao seu potencial de causar inflamação e disfunção metabólica, aumentando o risco de desenvolvimento de doenças crônicas. A identificação da gordura visceral pode ser feita através da medida da circunferência abdominal ou por exames de imagem. A prevenção e redução da gordura visceral envolvem a adoção de um estilo de vida saudável, com prática regular de atividade física e uma alimentação equilibrada. É importante procurar ajuda médica caso haja preocupação com o acúmulo de gordura visceral ou se já existem fatores de risco relacionados a esse tipo de gordura.

Compartilhe

Você vai gostar também: